Sou muita ternura ou chama , sou amor e paixão , sou meiga e sonhadora, uma sonhadora eterna ! Sou assim e assim, romantica , selvagem, calma e feroz, mas... sincera

Eu mesma!

Selo para Levar Consigo


quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Sei (?)


Tento entender-me...entender este  meu pensar
e tento entender esta minha forma de viver
onde sempre procuro morar

Confunde-me
respira a dor
a saudade
amor


Voo por caminhos desconhecidos
por vezes tantas vezes adormecidos
tento...sempre tento
choro
o cansaço que a alma sente
tento tocar quem sou...

para além das letras
de mim
sei quem sou...
nos sonhos,sei que sou

sábado, 20 de agosto de 2011

O toque dos meus lábios

Estranha forma de amar

Esta minha estranha forma de amar...
E porque nem sei se é amor
É?
Pegunto-me, reclamo, tento entender
Amo...
Porque te sinto
Mesmo quando estás distante
Amo...
Porque o som da tua voz me encanta
Amo..
Porque o teu olhar
Mesmo que por segundos, minutos,horas ou dias
Adormece e acorda no meu abraço
Amo...
Porque a minha ansia de te ter é maior que o meu medo de nunca te ter
Amo...
Porque te sinto
É isso...
Apenas te sinto

Sente-me

domingo, 14 de agosto de 2011

O coração flor



Entre rosas
Feltro verde
Acariciei-te
O coração flor
Suavemente

No sol do amor
Olhos amantes
Fiquei ansiosa

Respirações ofegantes
Boca húmida
Percorrendo o ventre
Agitada faísca
O sangue quente

A luz no caminho
Ninguém que perturba
A paz e abrigo
Corpos unidos
Um momento
Presente
Os orgasmos partilhados
Dois corpos fulgentes

Somos um só






Sonho de amor


Queres viver comigo um sonho de amor?

Quando acordares

Respiras
O perfume das flores
E sentes no ar

A fragrância do amor?


Queres sonhar comigo?

Adormecer ao luar
Que brilha como um diamante
Contar as estrelas
Que luzem como prata
Acordar no mar
Com sol e areia branca


Seduzidos e tocados
Com os tons suaves do coração
O teu rosto coberto
Com uma luz prateada
Em flores de verão
Navegar no espaço infinito
Cheios de imaginação


Queres sentir o que sinto?

Nossos rostos amados
Pela mesma brisa
E corpos queimados
Nas ondas da água cativa
Com as minhas mãos brancas
E borboletas com sede
Sentires o prazer da leveza sentida
E voares pelo vento
Em chamas que brilha


Desejas sentir-te assim?

Liberta a tua mente
Imersa no sonho escondido
Sente a minha presença
Em cheiro de rosas ...
No leito de pétalas com vida...
Essa magia ...


E os olhos se beijam num olhar...

domingo, 7 de agosto de 2011

Tem dias...

Tem dias...


Amargos


Tristes


Escravos


Onde as lágrimas


São versos na alma


Que tocam sonetos


Pela alvorada


Distintos...




Tem noites


Apaixonantes


Alegres


Com saudades


Carentes


Onde as palavras


São poemas


Que tocam a folha


Respiram flores


Canções de amores


Na alma...




Tem dias...

Voo...



quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Falsidade

Intriga...

Palavras traídas

Distantes da verdade

Enredo...

Lábios da falsidade

Escondidos na perfídia

De sorrisos da deslealdade

Atenção!

Escutar com o coração...

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Longe do mundo


Sozinha na noite estrelada
No silêncio do luar desperto
Abraço a madrugada
Beijo o céu vigilante  
Calada

A dor que me angustia
A memória adormecida
As lembranças sem destino 
Sofridas na vida

E por estradas infinitas
Caminhando no deserto
Fugi da tristeza oprimida
Longe de tudo

Longe do mundo…
Pensamentos sem rumo

Naveguei nos meus sonhos
Vi a luz do amor…

As palavras são violinos de emoção no calor do coração

O nada e tudo