Sou muita ternura ou chama , sou amor e paixão , sou meiga e sonhadora, uma sonhadora eterna ! Sou assim e assim, romantica , selvagem, calma e feroz, mas... sincera

Eu mesma!

Selo para Levar Consigo


sexta-feira, 30 de março de 2012

Estás em mim...

Estás em mim...

Ainda respiro o teu perfume...
És odor que sua no meu corpo por inteiro
Sei o teu cheiro, vive em cada poro da minha pele
Divina essência, puro e verdadeiro

Estás nos meus lábios...


És boca na minha boca, és voz

A tua língua...curiosa, suave, caprichosa
Louca, ondulante, calma e feroz
Sei o teu sabor, sorriem nos meus lábios...gulosa

Oiço o teu som, danço a magia


Recordo as tuas mãos, és toque que me passeia

Sinto-te no corpo tatuado primavera, abraça-me quente
És poesia, palavra provocante com ousadia
Não te julgues ausente, és-me tudo na mente

Não quero a despedida

És amor, puro amor, cosmos, terra e mar
Vives no meu corpo eternamente...sem saída
Não chores o teu adeus, és lágrima no meu olhar

Dispo-me da saudade, visto-me de felicidade
Sinto-te...és a minha ansiedade



segunda-feira, 26 de março de 2012

Sensações


Flutua no mar de ilusões
Do prazer infinito da boca nua
És meu
Sou tua
Sensações...

Sorrio-te...

Os meus lábios
Arrepio-te...
São asas de desejos
Alcatraz da tua pele

Tremes...

Continuo?

sexta-feira, 23 de março de 2012

Quero-te



Oiço o beijo da tua voz...

As tuas mãos tocam-me
Tremo, é ... eu voo

... Esqueço-me, perco-me...

Em beijos extasiantes
O prazer em silêncio
A paixão escaldante
Na pele o calafrio
Desejo-te selvagem, terno e animal
Amar, amar e seduzir-te com ardor
A minha fome é sede de ti, voraz,sem igual

Quero perder-me
Sim...
Louca sou por ti amor!


quinta-feira, 22 de março de 2012

Perfume pele


Eu gosto da nudez ...o brilho do êxtase divino
Carícias, desejo supremo
Mãos sem timidez
União de bocas
Valsas de abraços
Ao som do violino

Respirar-te...sim ...
O perfume pele que beija o toque dos sentidos

Gosto...quando me passeias
Dançam os teus dedos no meu corpo
Ávidos de amor e paixão
Fantasias ardentes, vento quente,loucura
Lábios ...num sopro de emoção
Extasiante...o desejo sem cura

É...eu gosto...de sentir
E...sentir-te


quarta-feira, 21 de março de 2012

Alma poeta



No silêncio do luar desperto senti a dança que no teu corpo sua com sede de paixão, meus olhos cegos de emoção...respiram o teu perfume que me beija o coração

Silenciosa espero
Sonho o toque dos teus lábios
Porque te quero
Na minha boca os carinhos
Do teu sorriso em encontros
Entre cosmos sonhados
E escritos esquecidos

O teu corpo são versos onde os meus dedos voam...sim...poesia dos sentidos em palavras que te abraçam

Desperta desejo em mim
Sinto-me, sinto-te
Nas asas de um condor
A união sem fim
No corpo e alma em flor

E na distância...minha alma poetisa chora por ti a saudade...e canta num poema a verdade

Amo-te







segunda-feira, 19 de março de 2012

O corpo fala




És...tempo...és meu...
A pele suspira
Por onde a tua boca passou
Consumida pelo orvalho das tuas carícias ...
Os lábios falam o teu sorriso...o corpo tem memória
... Entrego-me...livre,nua,sem regras

quinta-feira, 8 de março de 2012

Primavera florida


Quente vem a noite

Sozinha...no sorriso do luar
Tão bela,delicada
Uma estrela brilhante
Primavera florida
Fico apaixonada
No azul divino direi ainda : És linda...

Pele de seda ,perfume de rosas
Cabelos em ondas dourado

Coxas delineadas 
Nuances perfeitas de latina
Olhos verdes de pecado
Pintura divina

Porque na magia da noite...és só feita para mim

Os seios fruta,lábios mel

Minha boca procura a docura da tua pele
Na gruta húmida...num sopro de desejo

 Estremeces possuída,saboreando o doce
Da tua essência mais sentida


Em rios de prazer...corpos entrelaçados
No infinito endoidecer...envolvidas na fantasia

Gemidos cantar em Júpiter!
Loucura e ousadias em peles florescer


Lava ardente...estou em ti...estamos...
Sentimos...proibido?
Não!

Porque não?
Todas as flores sabem o que são...

quarta-feira, 7 de março de 2012

Eva sonhadora


Longe de ti
E no pensamento 

Sei-te na pele que despi
A alma suspira com asas no tempo
E por ti renasci

Adormecem os dias...acordam as noites


Respiro-me para não te perder…
No silêncio onde te abraço

 Toco-te (me) o desejo por mãos nuas... insanas
Guardo-te na nudez para não te esquecer
Sentidos apurados despem-se no espaço
Embebida no licor da tua boca...Eva pecadora
Nua e carinhosa,docemente maldosa...delicada
Amo-te...sonhadora
 
 Na memória do corpo o tempo é frenesim
E tu...o infinito
Num voo dentro de mim


 É no desejo da minha solidão, que oiço a saudade que grita por ti …

terça-feira, 6 de março de 2012

Desejos de lua



No cosmos sou tua
Promessas de amor na luz
Nos segredos da lua
És delírio atrevido que me seduz

Dispo-me dos segredos que guardei 
A rosa desperta e nua

Entrego-me no azul penetrante
Asas de lábios...aromas delicados
Respiração delirante e ofegante 
No teu corpo de céu adocicado

Chovem pétalas de desejo na pele
Suadas...no corpo em mel apaixonado...salgadas de pecado...

domingo, 4 de março de 2012

Sinto-te meu


No delírio do teu olhar...sinto-me tua,ao som do teu respirar...sinto-te meu...
Oiço-te...danço no perfume da sedução...procuro-te num tango faceiro...a pele que exala paixão

Provoca-me com os teus gemidos...frenesim ofegante nos meus lábios floridos...preso na minha boca silenciosa...sacio-te
 
...mato a minha sede....e em mim mergulhas

O corpo em arco e nua

Prazer dos sentidos


Olhos vendados...sente o toque dos meus lábios...selvagem e indomável...inocentes e sem pecados(?)

Ouve...
A minha voz embargada e ofegante
A minha respiração inconsciente
Profunda...gemida,delirante
O êxtase de um tocar que te leva a voar
Descontraída e exuberante,sou vampira que sabe apreciar
Devorar o teu corpo tão galante,não poder parar!

Sente...
O tocar arrepiante,estonteante
Avidamente sugo o teu ventre
Flamante!
Num crepitar de fogo eterno...
Viajo no teu corpo
Provoco-te o delírio, céu inferno
Cantas sedento na sofreguidão
Abraço feroz,terno
És a minha perdição!

Escravo sim!
Dos meus lábios vermelhos
Molhados,ávidos do teu mel
Sussurrar-te nos meus beijos
Sem limites nem tabus
Corromper os teus sentidos
Unidos,asas em Vénus

Deslizas com a língua ardente
Nos meus vales endurecidos
Fico louca da terra ausente
Dois corpos gritam, ebulição
Alternadamente em carne ardente...
Loucura,fúria de um tornado...excitação
Salpica-me o ventre!

Sim! Não tem retorno

Em rios de prazer, almas entrelaçadas
Quando dois corações...
Renascem para a felicidade!

Delirios III


Nas ondas da loucura calmas e selvagens
Quero sentir-te sedento como a sede no deserto
Escuta-me...ouve o silêncio...entrega-te...corpo nas nuvens
Vulcão que queima por perto

Profundamente...mentalmente...fisicamente

Geme com os sons excitantes,que te ardem na pele rosada
Viajo nos lugares mais íntimos,
na força de um sopro desafio-te
Na escuridão do infinito domino-te...para ser cobiçada...dominada


Choras o prazer sem calma
Delicias o sal do meu suor
Vem! quero que me sintas extasiada
E respires todo o meu odor
Beija-me na alma
Do concávo ao convexo
Sussurros e murmúrios quentes
Intenso perfume de sexo
Ventre oscilante,artérias pulsantes

Paixão perdida por amor
Na devoção de espírito
Corpos esquentam, alucinam, com ardor
O abismo entre o desejo e o infinito
A nossa...perdição nas estrelas escrito