Sou muita ternura ou chama , sou amor e paixão , sou meiga e sonhadora, uma sonhadora eterna ! Sou assim e assim, romantica , selvagem, calma e feroz, mas... sincera

Eu mesma!

Selo para Levar Consigo


sexta-feira, 21 de março de 2014

Chama e neve




Desnuda-me no mistério da pele, a mulher

Acaricia-me...
com rosas tímidas, que transpiram para florescer

Entrego-me...

à tentação do beijo em flor
abraço o calor do teu suor
a sede do desejo tem sabor

(os poros gritam arrepiados)

Na volúpia do teu ser, adocicado de prazer
os seios em mel nos teus suados
num versejar de corpos intensos de viver

(delírio abafado, o jardim do pecado)

Faminta...desafio o vulcão
respira o coração, suspiros perfumados
na mão entre o ventre e o veludo da paixão

(os dedos enamorados)


 Em nós, sorri a primavera
danço para te enlouquecer
doce, doce, quimera

Desvenda-me

Sou chama, chuva, neve
canta

forte, leve

6 comentários:

  1. Amor em azul....belo sensual...sem palavras, simplesmente lindo...beijo grande
    Manuela

    ResponderEliminar
  2. Obrigada minha querida, sai assim e assim fica no papel,beijinhos mil para ti,adoro-te

    ResponderEliminar
  3. Que poema doce, Paulinha. Adoro ler-te

    ResponderEliminar
  4. Dos mais belos poemas de amor que li.Adorei Amei.Parabéns Paula,és genial

    ResponderEliminar
  5. Obrigada José,pelo carinho das tuas palavras,beijinhos

    ResponderEliminar