Sou muita ternura ou chama , sou amor e paixão , sou meiga e sonhadora, uma sonhadora eterna ! Sou assim e assim, romantica , selvagem, calma e feroz, mas... sincera

Eu mesma!

Selo para Levar Consigo


terça-feira, 27 de setembro de 2011

Para além do horizonte

Em portões de ouro
Com janelas de flores
Fadas dançam
O ballet eterno
De brilho e cor
Num labirinto de jardins
Trovadores e jograis
Pergaminhos antigos
Com perfume de jasmin

Magia para os sentidos

Caminhei
Abri as portas
Do castelo infinito
Em frente á lareira
Fogo crepitante
Incandescente paixão
Impregnado de perfume
Em chocolate chão
Livros e escritos
Baús recheados
Eternos sonetos
O sentido da mente
Violinos em lágrimas
Cortinas de veludo
Goblins sorriem
Segredos envolventes

No horizonte
A utopia...
Lua prateada
Por sedas de mar
Com ternura
Sobre o azul espelhada
Adornada com pérolas
O sorriso em dunas
Do amor em aguarelas
Em águas desenhadas

Caravelas...
Flutuam no céu
Num oceano de nuvens
Diamantes em verde 

Mágico cintilar
O eros encantado
Com o coração esperando...
A afrodite acordar
Belo mistério 

No
Oceano encantado

Encontro-me...
Renasci de noite
Entre escritos e sonhos
Melodias e contos
Na luz das estrelas
Em sol e lua
Por rosas de vento

Brisas delicadas
Sonhei

Apenas com o coração
Se sente a magia...
Os sonhos são como estrelas que beijam o céu
A luz divina na alma

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Floresta encantada do amor


Amor...a noite é magia, os olhos sonham
(hoje não penses, somos alegria)

Segue-me...

Na floresta mágica
por caminhos iluminados
de relva dourada
as árvores, aromas delicados
de limão e canela
e...a dança das borboletas
com asas de flores
nosso olhar apaixonado
num jardim de amores

Sente...

Num sopro
o toque do meu beijo
extasiante e sonho
lábios de mel
os sentidos apurados
na nossa pele

São...
desejos camuflados
de inebriante doçura
seduzidos
em nuances de lua nua 
num lago de espelhos
coloridos
nosso corpos perfumados
de caramelo e baunilha 
no tempo esquecidos 

No céu de estrelas prateadas, tocar-te
(enrolados num oásis, amar-te)

Viciados na loucura
cantam gemidos na voz d`ouro
respiramos...abraços de ternura

Olha-me...


O verde no meu olhar
é o sonho doce do amor
num azul profundo de paixão para te amar

sábado, 24 de setembro de 2011

Vem!

Vem !
Mas vem por inteiro
Toca-me o teu corpo
Suadas as mãos
Respiro o teu cheiro


Vem!
Rouba-me um beijo
Meigo,suave
Mas um sopro
Quente,selvagem
Que me comande


Vem!
Romântico,pantera
Sou tua
Serena e leoa

Vem!
Cada gota de paixão
E tentação
São suores
Da nossa emoção
 Vem...com mistério...

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Borboleta do amor


Na noite estrelada
O horizonte o céu
Vejo uma borboleta cansada
Pousada na luz
Que se perdeu

Navego nos sonhos
Em jardins de sentimentos
Que florescem no coração
A borboleta desperta do sono
Toca as fronteiras da emoção

Violinos despertam para a alegria
No jardim do Éden um sorriso
Pura magia!
Prazeres que tinha escondidos

Despertada para o amor
Neste momento sagrado
Viaja num beijo por mim
Dançando no fogo, calor
E sem fôlego
Paixão, amor
Desperta a mulher
No meu corpo jasmin

Os olhos perdidos
Que se acariciam no espelho...

Envolve-me
Aquece-me
Lisonjeia-me
Adorna-me
Respira liberdade !

Sensualmente
O sentimento que me desperta
Delicadamente
Como uma adolescente
O desejo adormecido
Hoje acordado
Vejo o mundo
Mais colorido

Lindo!
A borboleta esvoaçante
Que beija...
A minha pele
E como uma flor
Perfumada
Floresce
Uma mulher apaixonada

A magia de um amor

Quando digo que te amo
É...
Este amor tão mágico
Especial
O teu olhar
São estrelas de cristal
Brilham no luar enternecido
Sim,celestial
O teu abraço
São asas douradas
De carinho forradas
O teu beijo...
São sopros, suaves de amor

Acariciam a minha boca
Brisa enamorada,c
huva de calor
Quando digo que te amo
Sim...
É este amor que vive na minha alma

Em ondas de emoção
 Sinto-o
Beija-me o coração

 Sinto-te
Ah! momento divino
Quando digo que te amo...
Pois é...eterno


Amo-te

sábado, 17 de setembro de 2011

Melodia das ondas



Nuvens que dançam
Nas montanhas
Para me proteger
No pensamento
Contra o tempo
Preto, cinza
Brisa
O vento é
Ri de mim, em mim
Mar
Consciência
O meu pensar
As ondas cantam
Sem saber
E eu
Danço

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Palavras


Cada palavra que respiro é um voo ...
Por vezes incógnito...
Cada palavra que escrevo é um momento, são sentimentos
Posso estar no céu,navegar em mares rebeldes, adormecer com as estrelas ou...
Acordar em tempestades
Sou assim
A solidão que me atormenta ou a natureza que me toca a alma
Sou rebelde e calma
Aventura e chão
O tudo ou nada
Amor, paixão
Mar ou terra
Romântica,calada
Cada palavra sou eu...
Não sou...(?)
Procuro-me
Numa viagem sem destino...

Sozinha na multidão


Não tento mais entender
Sim...
Estes meus pensamentos
Enigmas que me provocam
Palavras que vivem sorrindo
 
Chorando
Amando
Voando
Mas tenho receio...
Não...
Ou antes não sei
Quando me sinto só
Na multidão...
Sou...
O sopro num beijo
Voa a solidão

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Sonhar é infinito


No silêncio do olhar
Desperto
Caem chuva de lágrimas
Pela madrugada
Aguarelas de cinzas caídas

Acorda solitária...
O sol num sorriso tímido
Toca-me na alma
Despida de mim mesma,adormeço
Oiço...sinfonias  mágicas
Nua de palavras

Os olhos sonham...

No céu o arco-íris,asas no coração

Sonhar é infinito
Melhor do que o vazio
Que sinto...