Sou muita ternura ou chama , sou amor e paixão , sou meiga e sonhadora, uma sonhadora eterna ! Sou assim e assim, romantica , selvagem, calma e feroz, mas... sincera

Eu mesma!

Selo para Levar Consigo


terça-feira, 20 de agosto de 2013

Amargura

 
 
 
Mulher dorida 
Na terra sem vida 
Uma flor silvestre 
No chão perdida 
Quiseras tu, triste rosa 
Ser liberdade, maresia, mar 
Perfume em prosa 
Embalo de mãe, alegria no olhar
 
Mas és acordada
Por melodias que gritam
Sem acorde, desafinadas...
Palavras frias, nuas, o nada
Estilhaços, pedras atiradas
Sem razão provocadas

Adormecido no coração, não havia sol no teu sorriso
Era a lágrima pousada no rosto que a memória desenhava
Sentimentos, medo, olhos de amargura, choravam sem aviso

A alma rasgada nas linhas do tempo, esqueceu seu nome
A tristeza num suspiro, deu um tiro por dentro
Agonia! sente e não mente, desespero, revolta com a fome

Por onde voa a pomba branca?
Dar-te-ia as minhas asas, são forradas de esperança

Onde encontras a tua paz?
Voaria contigo, soltaria as algemas dessa vida em alcatraz

No silêncio
Ouves, o amor que procuras

Um abraço, dentro de um abraço

Sem comentários:

Enviar um comentário