Sou muita ternura ou chama , sou amor e paixão , sou meiga e sonhadora, uma sonhadora eterna ! Sou assim e assim, romantica , selvagem, calma e feroz, mas... sincera

Eu mesma!

Selo para Levar Consigo


quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Saberás tu, do meu amor?




Ainda recordas o nosso amor?

A pele sem segredos
a fruta dos meus lábios
O sonho dos teus dedos

Ainda, saberás ouvir-me?

Diz-me

o som que ouves quando penso em ti em liberdade
e o vento que por mim passa, é aquele que te abraça?

Do silêncio que me invade, de quem é esta saudade?

Dos meus olhos a vã procura, porque sinto e não te vejo com ternura?


Saberás tu, a solidão que sinto?



3 comentários:

  1. Um verdadeiro amor não se esquece.

    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. nunca se esquece,vive na alma, eternamente, beijinho

      Eliminar
  2. “Mas quem não sabe que ternos segredos e confidências recônditas se insinuam muitas vezes em uma pergunta banal, feita por lábios amantes?”
    José de Alencar
    Parabéns por tão belas poesias!
    Bjos
    Márcia Elisa

    ResponderEliminar