Sou muita ternura ou chama , sou amor e paixão , sou meiga e sonhadora, uma sonhadora eterna ! Sou assim e assim, romantica , selvagem, calma e feroz, mas... sincera

Eu mesma!

Selo para Levar Consigo


segunda-feira, 30 de abril de 2012

A tua saudade



Quisera eu ser o teu pensamento...

O doce brilho no teu olhar,a magia do pôr-do-sol,mar
Ser as tuas mãos...carícia de paixão
Boca sonhadora,lábios morango,ser beijo e sedutora
Chuva de verão...orvalho matinal,frescura,tentação
Ser perfume,no corpo por inteiro, o teu cheiro
Ser tua,ser-me em ti e sempre com loucura
Desafio...leoa,romântica,na pele o calafrio
Ser desejo,rebelde, carnal,o teu segredo,instinto animal
Sussurro ensurdecido,magia nos sentidos,provocante e atrevido
Ser o teu vício...fruta suculenta,chocolate e mulher ardente 
O teu espumante,sabor divinal,extasiante,prazer sem igual 
Ser melodia no silêncio
Liberdade,um voo na eternidade
O teu mistério


domingo, 29 de abril de 2012

Corpos aflorados

Beijo-te...
Viajo com as minhas mãos que exploram o teu
corpo com emoção,num sopro suave expiras o pomar do céu dos meus lábios na tua pele...perfumes e aromas que se misturam…num azul de
glicínias de ternura…provoco o teu despertar,sou brisa em flor...perto da tua boca para te amar, abraço-te o odor agridoce do desejo com calor

Beijo-te...
Percorro-te com a língua na paisagem húmida dos caminhos do teu intimo...atrevida...
natureza viva de paixão,és pura beleza

Beija-me...
Passeia-me com os teus dedos e descobre os segredos que guardam os meus vales...saboreia(me)os seios em mel e
voa no prazer dos sentidos adocicados,sente o silêncio que a mente grita e respira a fragrância do nosso jardim...entrelaçados num êxtase mágico, ouve a melodia das árvores despertas num gemido abafado,as folhas dançam como murmúrios e carícias ao som da minha respiração carmim e ama-me com o coração numa entrega sem fim

O nosso beijo é...a dança do corpo em flor,voz do olhar,arco-íris de amor


quinta-feira, 26 de abril de 2012

Pecado de amor


Vem amor...voamos no toque de erotismo

Entregues á loucura do prazer selvagem
Espumante...morango,doce e provocante
Na boca adocicada,o prazer da viagem
Coração acelerado,estonteante

Língua...na pele molhada
Sonhador...sou exótica,o teu sabor
Deliciosamente num doce calor,arrastada
Seios ansiosos,ventre ardente,envolvente
Mergulhar na maresia sem pudor
Que do meu corpo escorre quente...

Lábios vermelhos,amorangado
Na pele embriagante,extasiante
Molhados,ávidos do teu mel,ilimitado
Gemidos profundos,aluados,é...delirante
Em carne ardente no odor que vicia
Tocamos na magia incandescente dos deuses
Fantasias que despertam o pecado,o ritual inicia
Numa posse profunda...sou tua,desejada
Ah! sim eternidades
Suados,na chuva paixão...por ti amada

Vem meu amor...onde vive a mais bela emoção...
Dentro de mim,em ti...a nossa união...

domingo, 22 de abril de 2012

Solidão



Poema: Paula Lourenço Oz
Musica:Sad Instrumental Cello music
Imagens: Google
Video realizado por : Ana Cris Marques

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Corações acorrentados


 Procuro-te ...
No orvalho dos teus beijos
Frescura doce do amor...nos lábios molhados…
Desejos e fantasias envolvem os meus devaneios
O corpo grita arrepiado

Procuras-me...
Despes-me com o teu olhar fogoso...a mente sua
Tocas-me no íntimo dos meus segredos
Desvendas-me....nua e faminta,calorenta,sou tua

Vem...
Danço com os dedos no teu corpo extasiado
Tempestade solta na pele, poros,suados...
As mãos dormentes de excitação,delírio abafado

Deliciamos-nos...
As palavras são paixão partilhadas, vulcão,aguaceiro
Frenesim embriagante,fogo,queima,delirante
Sedentas,húmidas,suadas do nosso cheiro

Brasas em fogueira...roucos na garganta...explosão
Na loucura do prazer corações acorrentados
A carne alcatraz...unidos...apetite voraz
Entrelaçados nas nossas águas...corpo e mente alucinados


A  liberdade no amor com união....

quarta-feira, 18 de abril de 2012

As tuas mãos


Mãos ...
Atraentes...suaves...carícias por prazeres desconhecidos...segredos que a alma sente

Mãos...
Sensações... asas de dedos em seda que provocam os sentidos...versos gemidos que despertam…emoções

Coração que fala em cada poema sonhado, momento infinito,sol de paixão…
 
As tuas mãos...
Brisa suave dançando no meu corpo e orvalho que desagua nas margens do ventre...pele com pele...ardente,quentes viciados..no toque, cheiros e aromas partilhados no silêncio...suspiros sem razão que se misturam,mistério provocante numa melodia de ternura…

As tuas mãos...
Exploram a minha ansiedade,quando me tocas com os dedos, desejo estar no céu, és...êxtase, divindade

Tocas (me) o violino ... oiço-te como só eu sei,danço-me ao som das tuas mãos que me dominam sem palavras...nas minhas curvas por ti desejadas, na pele tatuadas


Sim...não te digo que não...vem, beija-me com as tuas mãos




segunda-feira, 16 de abril de 2012

És o meu mar


O sorriso dos teus lábios é horizonte onde me perco 
...O sal da tua pele...é mar onde me esqueço
 Sinto-te no coração...as ondas dançam levemente
O teu corpo vive em mim ...estás sempre perto
 A tua boca é vento...carícia de um beijo ausente mas presente
És  porto de abrigo onde me sinto na ternura de um abraço…
 Marés de sentidos , emoções que amam na areia da nossa praia
Nas ondas do nosso amor entrego-me sem cansaço…

Só a ti me dou...minha alma no mar naufraga...só de ti sou...

sábado, 14 de abril de 2012

Amor de alma


Eu sei...

Na minha ansiedade que somos um só...

Lembro-me de todas as estrelas que sorriam em liberdade, o som das palavras, o sorriso no teu olhar...sim...eu sei...o nosso amor é memória com saudade

Eu sei...


Sinto-te no pensamento,oiço o rio,sua timidez serena e calma...no horizonte,aquele céu onde trocamos os nossos carinhos e os nossos lábios eram silêncio...eternos os nossos momentos,sentimentos calados na madrugada de um luar apaixonado mas partilhados na alma...


Eu sei...


Se um dia chamar por ti...sinto a tua voz que chora, longe de mim...


Tu sabes...


Amo-te 

Vives sempre quando escrevo...






Dedicado ao amor que vive na minha alma

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Viagem


Beijo, como o vento
sopros, arrepia
tempo...sei-te quente
sou tua, sol, luar, nua
soluços, mistérios, ousadia
vulcão que na pele sua
gemidos, queimando na mente
e fogo!

mãos...ombros...seios
sorrindo, dançando no ventre
céu, inferno, asas de lábios
vício, indício, loucura
o corpo sente

O toque na pele vibrando
grito parido, profundo
tesouro, paixão, sem cura
profundo, sós, em nós...no fundo
amando...amando...delirando

vida, és-me, sou tua
..quero que dances na minha loucura

terça-feira, 10 de abril de 2012

Extase!

Ansiedade...
Do teu corpo...meu
Percorrer os mistérios
Sem tabus

Mergulha no prazer da pele beijada...dispo o teu segredo...tão doce num sopro...sorri perfumada...

Êxtase...gotas de orvalho que suam na cama

Do amor
...A origem do arco-íris






Danças comigo?

Ao som das emoções
Passeias-me com os teus dedos
O violino é corpo nas tuas mãos
Toca-me, despe-me todos os segredos
Provoca-me a tua sedução...
Faz-me tua, dança-me, sou tua
Odor inebriante...
Visto-me harpa elegante e no azul nua

Beijos ao luar
Seduzes-me na mente
Mágica sinfonia que voa no ar

Abraços profundos de paixão
Valsa de sentidos e orquestra de corpos vulcão

Danças comigo?

A tua voz


A tua voz é melodia que dança no meu corpo...
É...prazer,que desperta a rosa e mulher
A tua voz é calor que arrepia na minha pele com ardor
É...Primavera
A tua voz é beijo...suave,delicado
É...desejo
A tua voz é sorriso seduz-me na escuridão
É...luz
A tua voz é água doce que desagua no meu mar...
É...doçura que me abraça sem tocar
A tua voz é coração...magia...
É...emoção,sinfonia

Quando te oiço...esqueço-me
Apenas tu...toda tua,nós...somos um só corpo,uma alma
Nua,pura...

E mesmo ausente...oiço-te na voz do vento

Amo-te

domingo, 8 de abril de 2012

Gaivota apaixonada


Sou tua... és minha...desnudas-me no azul da noite...viajamos na eternidade da paixão, divagando entre o sonho e a vida,plenas de emoção, entre luares e estrelas...ao som do coração

Bailamos entrelaçadas, numa melodia de corpos amor, brilhante o nosso ritmo em soneto das ondas, pulsos acelerados, será o pecado?
Pele com pele, suadas, toque com toque,salgadas, mãos que deslizam nas minhas curvas,brisas suaves na vulva...

Fiquei ausente entre a espuma branca e o orvalho intenso e mágico das águas doces,a explosão da união
Devaneios de gaivota apaixonada e passeios de gaivota vadia no mistério da madrugada

Sorris-me

Acordei ...o sol na pele, o mar na alma,petálas de areia na cama...

sábado, 7 de abril de 2012

Escuta-me


Escuta-me...
Não queiras tocar os meus segredos,nem decifrar os meus versos
È vento a minha loucura
Escuta-me...no silêncio dos meus lábios...
Quero que oiças a minha ternura

Acorda-me o amor



Guardei na alma o teu sorriso
A tua voz
Linda...quente...indecisa
Na minha mente os teus suspiros
Os nossos versos partilhados...doces beijos
E feliz no teu abraço mundo adormeci

Acorda-me somente para me amares
Acorda-me... para sentir ondas de prazeres
Não me acordes para me dizer
Que vais embora...e ficas com saudades
Desperta-me num turbilhão de emoções a mulher...
Acorda-me sim meu amor,num sopro com flores