Sou muita ternura ou chama , sou amor e paixão , sou meiga e sonhadora, uma sonhadora eterna ! Sou assim e assim, romantica , selvagem, calma e feroz, mas... sincera

Eu mesma!

Selo para Levar Consigo


domingo, 1 de janeiro de 2012

Toco-me


Procurei-me no silêncio
Da noite nua
Procurei a poesia
Com o teu nome
E sentir-me tua
Procurei as palavras para chamar por ti
Procurei-me no mistério
Para te encontrar na magia da lua

Na tua ausência

Perfumei os meus versos
De pétalas com a tua essência
Para te sentir nas entrelinhas
O amor que beijei nos teus lábios

Escrevo-te...


Em mim guardo aromas, o teu sabor

O perfume das rosas no inverno
O som do teu sorriso,o teu delicado rosto
O corpo vento terno


És meu apenas com as palavras
Sinto a saudade
Durante a madrugada

Tão intenso, tão íntimo
Aquele jeito quando me tocavas
Abraço-te (me) com as letras
Solto-as
Para te sentir próximo
Sorriem nos meus dedos
As tuas mãos brancas,delicadas...

Respiro-te... 

Quando me toco
És tu que me beijas ...

4 comentários:

  1. Belíssimo, este poema. Gostei muito, Paulinha.

    ResponderEliminar
  2. Poesia erótica fala sempre a verdade,não tem como esconder pelas palavras entre os versos a vontade,os desejos,o querer sentir e compartilhar os sentimentos e entrar dentro de quem tanto queremos fazer sentir-se mais mulher.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. meu querido este poema escrevi-o para alguem muito especial... senti na pele,na alma,nos versos o sentimento...só assim sei escrever, só assim sinto e falo com a poesia,porque ela me sente...eu...respiro-a,beijinhos mil, és um poeta lindo e sentes bem a minha poesia, grata sempre,obrigada

      Eliminar