Sou muita ternura ou chama , sou amor e paixão , sou meiga e sonhadora, uma sonhadora eterna ! Sou assim e assim, romantica , selvagem, calma e feroz, mas... sincera

Eu mesma!

Selo para Levar Consigo


sábado, 18 de janeiro de 2014

São minhas, todas as dores





São tantas as sombras, quem liberta a minha dor?
(prisão e desalento nas trevas de um amor)

O  barco sem leme
a chuva que cai, em prantos, perdida vai
gota a gota, o destino geme

Escondida na escuridão, lamento por chorar
a palavra esquecida no vento de um adeus não dito
o coração dorido, na lentidão das horas, por te amar

Quem ampara as minhas lágrimas?
(vagueio na noite deserta sem estar alerta)

Espero, a alma  tenta renascer
são caminhos, labirintos e tantos espinhos
vivo, vivo, a sorrir, sorrio sem morrer

São minhas as desilusões
a frieza que machuca, fere, mata
zumbido das mágoas sem estações
o corpo seco da folha morta

E nada faz sentido
penso no que sou e no sonho que acabou

A noite adormeceu as flores
e eu, alma nua, apaguei milagres

Ficaram as saudades...

1 comentário:

  1. Muito lindo mas triste como a tua alma está hoje.......adorei ler, boa noite para ti beijinhos

    ResponderEliminar